Destaque

Nordeste pode ter segunda onda de Covid-19, alerta Comitê Científico

Foto: Danilo Verpa/Folhapress

A segunda onda da pandemia de Covid-19, que atinge os Estados Unidos e Europa, pode chegar ao Nordeste nos próximos meses. O alerta é do Comitê Científico do Consórcio Nordeste. A entidade adverte para o risco devido o relaxamento da população, as aglomerações nas campanhas eleitorais e a vinda de turistas para as praias nordestinas no verão.

O Consórcio Nordeste é presidido pelo governador Wellington Dias (PT) que segue o comitê científico, que emitiu neste domingo um alerta para o risco de uma segunda onda na região.

O temor dos nove governadores do Nordeste é se repetir a situação do começo do ano, quando pessoas que vieram de países onde haviam casos foram as primeiras a testarem positivo para a Covid-19.
Europeus são turistas frequentes para os estados do Nordeste, principalmente na Bahia, Pernambuco, Ceará durante a alta temporada.

Em entrevista à imprensa nacional, Miguel Nicolelis, neurocientista e um dos coordenadores do comitê, explicou: “Há um risco real de que nos próximos meses tenhamos um fluxo de portadores do Sars-CoV-2, até de cepas diferentes das que aqui prevalecem”.

Para frear a possibilidade, o comitê alerta que sejam implantados em todos os aeroportos da região estandes sanitários com equipes de saúde munidas de folhetos informativos, equipamentos de aferição de temperatura e kits de testagem rápida de passageiros provenientes do exterior.

Os turistas vindos de regiões com aumento de casos da Covid-19 e que não apresentarem atestados que comprovem a ausência de infecção devem ser colocados em quarentena de 14 dias.

“Já passamos por essa situação de ver os acontecimentos primeiro na Europa e depois se reproduzindo aqui. Temos uma oportunidade, desta vez, de não deixar isso se repetir”, disse Nicolelis.

O boletim divulgado ontem (25), o  Comitê Científico mostra que a pandemia de Covid-19 já atingiu o seu pico em todos os estados da região Nordeste.

Flash Yala Sena (com informações do Comitê Científico do Nordeste)

Comentários Facebook

Artigos relacionados

Fechar
Fechar