DestaqueGeral

Número de endividados no país chega a 66,5%, maior patamar em 11 anos

Número de endividados no país chega a 66,5%, maior patamar em 11 anos

O percentual de endividados no país fechou 2020 em 66,5%, segundo estudo da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) divulgado nesta sexta-feira. É o maior patamar de endividamento familiar em 11 anos. Em 2019, por exemplo, os endividados eram 63,6% das famílias brasileiras.

Também bateram recordes os indicadores de inadimplência da pesquisa. As famílias inadimplentes, ou seja, com contas ou dívidas em atraso, chegaram a 25,5% no ano passado, acima dos 24% de 2019. Já as famílias sem condições de pagar as dívidas em atraso somaram 11% em 2020, percentual também superior ao ano anterior, que foi de 9,6%.

O percentual de pessoas que se disseram muito endividadas subiu de 13,3%, em 2019, para 14,9%, em 2020. As principais fontes de dívidas são cartão de crédito (78,7%), carnê (16,8%), financiamento de carro (10,7%), financiamento de casa (9,5%) e crédito pessoal (8,5%).

De acordo com o levantamento da CNC, o cartão de crédito continuou como modalidade mais citada de dívida na pesquisa, sendo lembrada por 78% dos entrevistados endividados, seguido por carnês (16,8%) e financiamento de carro (10,7%).

O tempo médio de comprometimento das famílias com dívidas no ano passado chegou a 7,2 meses, acima dos 6,9 meses no ano anterior.

Fonte: Agência Brasil

Comentários Facebook

Artigos relacionados

Fechar
Fechar