Alagoinha do PiauíDestaqueMunicípios

Bando é preso após furtos em Alegrete, Alagoinha e outros municípios da região  

Bando é preso após furtos em Padre Marcos, Alegrete, Alagoinha, Jacobina e Geminiano
Bando é preso após furtos em Alegrete, Alagoinha e outros municípios da região   

A equipe Charlie da Força Tática de Paulistana, comandada pelo 2° Tenente, PM Vilela, prendeu na tarde da última sexta-feira (29), um bando composto por quatro homens, todos naturais do estado da Bahia, acusado de praticar furtos nas cidades de Padre Marcos, Alegrete, Alagoinha, Jacobina e Geminiano.

Foram presos: Lesley Augusto Conceição, 39 anos, natural de Feira de Santana/Ba, que já tem passagem pela polícia por receptação e tortura; Arles Santos de Queiroz, 24 anos, natural de Camaçari/Ba, com passagem por receptação e homicídio; Maicon Francisco Oliveira, 25 anos, natural de Camaçari/Ba, com passagem por homicídio e receptação e Elson Santos Junior, 22 anos, natural de Campim Grosso/Ba.

O bando foi abordado nas proximidades do retorno que dá acesso ao centro da cidade de Paulistana, em um veículo modelo Sonata, marca Hyundai, com placa de Feira de Santana, Bahia.

No interior do porta-malas foram encontrados 04 (quatro) retificadores de corrente elétrica, 02 (dois) transmissores de rede de microondas, 02 (dois) conversores de dados 2G/3G, alicates de diversos modelos para cortar qualquer tipo de cadeado e ferramentas diversas.

Os aparelhos foram furtados das bases das torres das cidades de Alegrete, Padre Marcos, Alagoinha, Geminiano e Jacobina, todas no Piauí. O bando ainda contava com informações privilegiadas sobre a localização das cidades e tipo do material encontrado em seus alvos, sendo encontrada no veículo uma lista contendo as coordenadas das cidades e qual tecnologia empregada nas torres. Ao todo, estima-se que o equipamento está avaliado em R$30.000,00.

Os acusados, o veículo e todo material apreendido foram encaminhados para a 12ª DRPC de Paulistana para os procedimentos legais.

A região estava sem sinal de celular desde as primeiras horas da manhã, o que corroborou com a suspeita da origem ilícita de todo material encontrado.

Cidades na Net

Comentários Facebook

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar
Fechar