DestaqueMunicípiosNotícias

Prefeito de Campo Grande do Piauí reduz o próprio salário, do Vice e dos Secretários

Prefeito de Campo Grande do Piauí reduz o próprio salário, do Vice e dos Secretários

O Prefeito Municipal de Campo Grande do Piauí, João Batista de Oliveira (Baiá), reduziu em 10%, através de Projeto de Lei encaminhado e aprovado pela Câmara Municipal, o seu próprio salário, do Vice-prefeito e dos Secretários Municipais para conter despesas com pessoal e se adequar a Lei de Responsabilidade Fiscal.

O Projeto de Lei Nº 003, de 23 de agosto de 2017, que foi aprovado por unanimidade pelos vereadores, em sessão ordinária realizada na noite desta sexta-feira (25), alterou o artigo 1º da Lei Nº 235, de 21 de Dezembro de 2016, que fixa os subsídios do Executivo Municipal, reduzindo-os em 10%, o salário do Prefeito, que antes era R$ 8.400,00 foi reduzido para R$ 7.560,00; o do Vice-prefeito, que era R$ 4.200,00 passa a ser R$ 3.780,00 e dos Secretários Municipais, que era R$ 2.160,00 agora é R$ 1.960,00.

A medida atendeu a orientação da Controladoria Geral do Município para que providências fossem tomadas no sentido de nivelar o gasto com pessoal, com vistas a atingir o limite legal (54%). De acordo com Demonstrativo de Execução da Receita enviado ao Prefeito na terça-feira (22), o gasto com pessoal, até o dia 30 de junho, representava 59,22% da Receita Corrente Líquida.

No documento, Baiá explicou os motivos pelo qual se fez necessário essa redução dos subsídios dos agentes políticos. “É de conhecimento geral a atual crise enfrentada pela nação brasileira, que alcança com mais intensidade as pequenas cidades, que não dispõe de arrecadação significante, como é o caso de Campo Grande do Piauí. A atual limitação de recursos, além de causar problemas financeiros ao município, também influência na delimitação de gastos com pessoal, resta as autoridades municipais reunir esforços no sentido de reduzir os custos com pessoal”, justificou o Prefeito.

Fonte: CG Noticias

Comentários Facebook

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar
Fechar