DestaqueMunicípios

Urna com restos mortais de Dom Inocêncio é exposta para veneração

Dom Inocêncio – Foto: Reprodução

Uma equipe do Vaticano está em São Raimundo Nonato com o objetivo de realizar estudos e pesquisas sobre a vida religiosa de Dom Inocêncio Lopez Santamaria para a possível beatificação e canonização do religioso espanhol, que morou 28 anos no Piauí, e morreu em 1959.

Como parte do processo de beatificação e canonização foi celebrada ontem (07) missa às 19h30 na Igreja Catedral, onde teve uma urna com os restos mortais de Dom Inocêncio.

Um dos procedimentos para a beatificação e canonização foi a exumação dos restos mortais de Dom Inocêncio, que estavam no interior da Igreja Catedral do município de São Raimundo Nonato. Testemunhos de pessoas que tiveram a oportunidade de conhecer e conviver com o religioso estão sendo coletados.

Após coletar os testemunhos, a comissão histórica começará a pesquisar os dados biográficos e históricos, para que seja desenvolvido um documento onde será registrado todo processo e em seguida será enviada para o Vaticano.

Portal AZ

Comentários Facebook

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar
Fechar